Universidade Federal de Pernambuco - Colégio de Aplicação
horário escolar PDF Imprimir E-mail

Início de ano e começa a grande dor de cabeça para quem elabora a grade de horário ( ou quadro de horário ) de escolas. Em alguns casos a confecção manual dessas grades é tão difícil que o resultado acaba implicando em dificuldades no cotidiano da escola durante todo o ano, pois as soluções encontradas podem não atender bem às demandas da escola. A pergunta sobre se existe alguma ferramenta (software) que ajude nesse sentido pode ser respondida de diversas formas:

1) Se você pode pagar, compre o ASC Timetables , até o momento a melhor ferramenta testada por nós. Com ele você pode elaborar horários quase perfeitos e em poucos minutos (parece mágico) e sem grandes dificuldades pois tem uma interface incrivelmente prática e em português. O software de demonstração permite elaborar o horário mas não imprimir. A grande vantagem é que você pode comprar a licença por tempo indeterminado (incluindo atualizações), tendo ainda a opção de adquirir o direito a suporte (na versão premium). Outras soluções que testamos (como o urânia) requerem renovação de licença no início de cada ano e não apresentaram a flexibilidade de criação de critérios de elaboração que encontramos no Asctimetables, daí ser este o software que usamos no Colégio de Aplicação.

2) Se você não pode pagar, há várias opções:

2.a) Geradores automáticos

Times' cool Horário Escolar -- Sistema, em português, que gera horários mais simples pela internet (usando o navegador).VocÊ faz um cadastro de conta e em seguida inicia a inclusão dos dados de professores, disciplinas e turmas. No fim, pede para o programa fazer o horário

School Timetable Scheduling -- Sistema em inglês semelhante ao anterior que gera horários pela internet.

Lantiv Timetabler -- As versões mais antigas dispunham de interface em português. As mais recentes possuem um arquivo que pode ser editado e traduzido deixando o programa em nosso idioma. Quando for possível deixarei tal arquivo para download. Boa opção gratuita para elaboração de horários, mas sinto falta de opções de restrições para elaborar horários mais complexos. Para horários com menos exigências ( como os que vejo na maioria absoluta das escolas) ele pode resolver bem.

Free Timetabling Software -- Se não existisse o AscTimetables usaríamos esse software que tem interface em inglês (com opção para português) e é capaz de gerar horários bastante complexos. Com muitos recursos e fazendo uso de algoritmo genético esse software permite a criação de horários praticamente impossíveis de serem elaborados manualmente e quase tão bons quanto os encontrados com o Asctimetables. Seu ponto fraco é a interface que requer algum esforço para que se compreenda como obter o melhor do software. Outro item fraco é quanto às restrições possíveis que são apenas aquelas que constam nos menus. Faz falta um item de opções de regras entre as aulas que permitam ao elaborador criar critérios independente daqueles que o programador incluiu como opções.

Tablix -- Para usar requer Linux e o Gtablix (interface mais amigável). Ainda não consegui usar todas as funcionalidades, os menus são confusos. Solução em linux que recentemente ganhou versão windows e usa algoritmo genético. tem interface em espanhol. Usado on line mas pode ser instalado com mais recursos em um PC. O link aponta para uma demonstração na web.

2.b) Ferramentas para elaboração manual

Open course Timetabler -- Software que facilita muito a elaboração manual. Tem código fonte aberto e espera-se que no futuro ganhe a funcionalidade de gerar automaticamente os horários.

Nas seguintes páginas há uma série de softwares desse tipo que podem ser testados:

Timetabling Softwares
Watt Working Group on Automated Timetabling

Sem dúvida que essas ferramentas ajudam muito mas garanto que ainda estamos longe de ter tranqüilidade total na elaboração de horários. Quem entende algo sobre análise combinatória sabe a magnitude do gigantesco número de possibilidades de disposições das aulas numa grade de horários. Várias pesquisas no campo da Matemática têm sido feitas para desenvolver esse tipo de solução, uma delas foi desenvolvida em campinas. Entre os anos de  2007 e 2008, companhamos uma pesquisa no Departamento de Matemática da UFPE da professora Jalila Rios e que culminou na criação de um robusto software que deverá ganhar flexibilidade para o usuário final. O CAp/CE/UFPE serviu como um dos campos de teste da pesquisa que tem boas condições de se tornar uma excelente solução.

Por fim, destaco que para elaborar um horário alguns ítens de ordem técnica e outros de ordem pedagógica devem ser observados. Eis alguns critérios que podem servir para uma discussão inicial:

De restrição máxima
1) Não deve haver choques de horários:
a) De professores em turmas.
b) De aulas em salas ambiente (laboratórios, quadras etc.)
c) De alunos em aulas (para escolas que adotam subdivisões de turmas em grupos).

2) Não haver reingresso de aula de uma mesma disciplina no mesmo dia a não ser de forma consecutiva.

3) Não haver aula vaga para qualquer turma. Se há menos aulas que o possível na grade, os alunos devem sair mais cedo.

4) Não haver mais de duas aulas por disciplina, numa mesma série, em um mesmo dia.

5) Não haver aulas de uma disciplina em dois dias consecutivos (exceto disciplinas de carga horária alta).

De restrição moderada.
1) Não haver aulas de uma disciplina na sexta-feira e também na segunda-feira.

2) Não haver aulas duplas (geminadas) quebradas pelo recreio.

3) Não ocorrer mais que três disciplinas por dia para cada turma.

4) Não coincidir muitas aulas de disciplinas de uma mesma área em um mesmo dia.

5) Prever substituições de professores sem necessidade de elaborar um novo horário:

6) Garantir que nenhum professor tenha apenas uma aula em qualquer dia da semana.

7) Garantir que nenhum professor tenha mais que cinco aulas consecutivas.

8) Não haver "janelas" maiores que dois horários para qualquer professor.

9) Garantir horários de encontro por disciplina para os professores.